No dia 28 de junho apresentamos o Registro de Museus Iberoamericanos – RMI

O RMI reunirá milhares de museus ibero-americanos em um mesmo portal

 

 

No próximo 28 de junho, apresentamos ao público o Registro de Museus Ibero-americanos (RMI), uma das ferramentas mais inovadoras sobre o setor no mundo.

O RMI é uma plataforma única, desenvolvida pelo Ibermuseus por meio de seu Observatório Ibero-americano de Museus, com a participação direta de seus 12 países membros – Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai –, que possibilitará que as pessoas descubram, conheçam e investiguem os museus ibero-americanos.

“Este repositório será a plataforma digital que mostrará não apenas o tecido geográfico, mas também o estado que preservam as instituições museais, e terá informação substantiva sobre a sua gestão, sua infraestrutura, suas coleções, seu modo de atuar e seu posicionamento”, detalha a presidente do Programa Ibermuseus, Magdalena Zavala Bonachea.

A plataforma também possibilitará o intercâmbio de informação entre as administrações públicas, os museus e seus profissionais, além de contribuir para o fomento das redes de cooperação e servir de referência para o estabelecimento de estratégias comuns de fortalecimento das políticas públicas do setor.

A apresentação oficial ocorrerá no dia 28 de junho, no Museu da América, em Madri, às 12h, e em diferentes países membros do Ibermuseus, que o apresentarão com diferentes atividades.

Não deixe de participar!