Últimos dias para solicitar o Fundo de Emergência 2017

Até o dia 31 de dezembro, instituições afetadas por fatores externos e que precisem de ajuda para sua recuperação poderão recorrer ao Fundo

Em 2017, muitos países da região ibero-americana sofreram com catástrofes naturais. Em setembro, o México foi afetado por dois fortes terremotos, um dos quais também atingiu o vizinho Guatemala. No mesmo mês, Cuba sofreu sérios danos causados pelo furacão Irma, enquanto em outubro a passagem da tempestade tropical Nate afetou a países como Costa Rica, Nicarágua, Honduras e Panamá, entre outros desastres registrados na região este ano.

O Programa Ibermuseus presta solidariedade uma vez mais a todos os países atingidos por esses e outros desastres naturais nos últimos meses, e volta a colocar a disposição o Fundo de Emergência para Patrimônio Museológico em Situação de Risco, aberto até o dia 31 de dezembro de 2017.

O Fundo de Emergência é destinado a apoiar ações de assistência, socorro e proteção ao patrimônio museológico de regiões afetadas por situações calamitosas. É o principal eixo de ação da Linha de Apoio ao Patrimônio Museológico em Situação de Risco do Programa Ibermuseus. O regulamento e a ficha de solicitação estão disponíveis por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. Disponibilizamos também um Guia de Solicitação aos interessados em acessar o Fundo.

O Fundo de Emergência foi aprovado pelo Conselho Intergovernamental em 2014, considerando que os danos causados aos acervos museológicos de qualquer povo da região ibero-americana são prejuízos ao patrimônio cultural regional e de toda a humanidade, e que a capacidade de articulação entre os países é imprescindível para dar resposta de maneira rápida e eficiente frente aos desastres de origem natural ou humano.