Publicação “Jornadas de Patrimônio em Risco. Museus e Terremotos”

Após o terremoto de 2011 em Lorca, Espanha, Ibermuseus apoiou os trabalhos de recuperação patrimonial.

Em 2011, a cidade de Lorca, situada na Região de Murcia, Espanha, sofreu um terremoto de 5,1 graus na escala sismológica de magnitude de momento, que junto às múltiplas réplicas posteriores, acarretou perdas significantes, tanto humanas como patrimoniais.

Pela urgência de ajuda para salvaguardar o patrimônio museológico comprometido, o Programa Ibermuseus apoiou a realização de algumas conferencias sobre patrimônio em risco, com o título “Museus e Terremotos”, junto a Subdireção Geral dos Museus Estatais do Ministério da Educação, Cultura e Esporte da Espanha, em coordenação com o Governo da Região da Murcia e o Ajuntamento de Lorca.

As “Jornadas de Patrimônio em Risco. Museus e Terremotos” reuniram em setembro e novembro de 2011 a um grupo de profissionais que trataram com caráter formativo o assunto da proteção do patrimônio em situações de risco e emergência. O objetivo do encontro era a elaboração de um documento de recomendações de prevenção e atuação destinado aos museus localizados em zonas de risco sísmico.

A publicação que hoje resenhamos compila os documentos apresentados nas segundas Jornadas de Patrimônio em Risco, celebradas de 16 a 18 de novembro de 2011. A obra tem sido editada pela Secretaria Geral Técnica do Centro de Publicações do Ministério de Educação, Cultura e Esporte, após proposta da sua Subdireção Geral dos Museus Estatais.

A publicação pode se acessada nesse link.

Mais informações sobre essas Jornadas em outras noticias de Ibermuseus:

Primeiras jornadas, setembro 2011

Segundas jornadas, novembro 2011

Crônicas das jornadas

Conclusões das Jornadas de Patrimônio em Risco de Lorca