Curso sobre Gestão de Coleções Museológicas: Manejo e procedimentos básicos

O Programa Ibermuseus promove, no âmbito do seu Programa de Formação e Capacitação, o curso Gestão de Coleções Museológicas: manejo e procedimentos básicos, que será realizado de 11 a 15 de maio, na Escola Nacional de Conservação, Restauração e Museografia do Instituto Nacional de Antropologia e História, na Cidade do México. Esta é uma realização conjunta das linhas de Formação e Capacitação e Atenção ao Patrimônio Museológico em Situação de Risco do Programa.

Durante cinco dias, profissionais provenientes de instituições museológicas de 17 países ibero-americanos terão a oportunidade de discutir e desenvolver competências básicas para a gestão de coleções a partir de uma perspectiva que ressalta a importância da segurança no cuidado e no manejo dos acervos museológicos.

A definição da temática é derivada dos resultados de um amplo diagnóstico realizado pelo Programa em 2014 sobre as necessidades de Formação e Capacitação, no qual participaram 15 países: Argentina, Brasil, Colômbia, Cuba, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Paraguai, Portugal, República Dominicana e Uruguai.

O Curso

O curso, financiado pelo Programa Ibermuseus com o apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID), propõe que os participantes discutam aspectos teóricos e realizem práticas no Museo del Templo Mayor e no Museo Palacio de la Autonomía. Os participantes poderão conceituar e realizar atividades práticas de gestão de coleções museológicas; discutir e praticar procedimentos e técnicas de gestão de coleções focadas em sua documentação, conservação preventiva, mobilidade, segurança e difusão, além de propiciar a reflexão sobre o papel atual do museu e sua relação intrínseca com suas coleções, a gestão do patrimônio cultural e sua vinculação com as políticas públicas.

Todos os participantes assumem o compromisso de replicar as informações e conteúdos aprendidos em seus países de origem, disseminando o conhecimento sob diferentes formas, adequadas ao seu estilo de trabalho e às necessidades de cada equipe de museus.

O programa será conduzido por instrutores provenientes do Brasil, Espanha e México 

  • Maria Cristina Bruno, diretora do Museu de Etnologia e Arqueologia da Universidade de São Paulo, no Brasil;
  • Juan Antonio Herráez, curador científico do Instituto de Patrimônio Cultural da Espanha;
  • Reyes Carrasco, chefe da área de Coleções, da Subdireção de Museus Estatais do Ministério da Educação, Cultura e Esporte da Espanha;
  • Magdalena Zavala, coordenadora Nacional de Artes Visuais do Instituto Nacional de Bellas Artes (INBA), do México; e
  • Lourdes Gallardo, Museo del Templo Mayor, professora de pós-graduação em Museologia da Escola Nacional de Conservação, Restauração e Museografia, do Instituto Nacional de Antropologia e História, do México.

Programas de Formação e Capacitação e de Apoio ao Patrimônio em Risco do Ibermuseus

Sob a coordenação de representantes do México, o Programa de Formação e Capacitação do Ibermuseus foi criado com a finalidade de promover um conjunto de ações permanentes para a região ibero-americana, e tem como objetivos fomentar ações de política pública no campo da formação e capacitação em museus; promover a qualificação de trabalhadores de museus; e fortalecer a articulação interinstitucional e o intercâmbio de experiências neste campo.

Da mesma forma, a área de Patrimônio em risco, coordenada por representantes do Chile, tem como objetivos, dentre outros, fortalecer as ações educativas para a identificação e apropriação do patrimônio; incorporar a gestão de riscos aos processos técnicos de instituições com patrimônio móvel sob sua responsabilidade e promover e articular capacitação na área para a criação de multiplicadores e áreas responsáveis.

Saiba mais:

Perfis dos palestrantes

Programação do curso