Apoio ao Patrimônio Museológico em Situação de Risco

Coordenação: Chile, Direção de Bibliotecas, Arquivos e Museus (Dibam) – Ministério da Educação.

Linha de Ação dedicada à proteção e salvaguarda do patrimônio museológico em situação de risco ou emergência, que garanta a proteção do acervo museológico dos países ibero-americanos.

Objetivos:

  • Assegurar a continuidade da reflexão e atenção para a gestão de risco do patrimônio museológico.
  • Promover o desenvolvimento de políticas de prevenção a longo prazo, em coordenação com instancias regionais, nacionais e internacionais.
  • Considerar e articular a experiência e a opinião técnica dos profissionais e das instituições das áreas vinculadas ao cuidado e à conservação do patrimônio cultural (arquitetura, engenharia, ciência, segurança…).
  • Favorecer o inventário e a documentação do patrimônio museológico.
  • Promover o planejamento no âmbito da conservação preventiva e em casos de emergência, incluindo a identificação e a prevenção de possíveis problemáticas que o afetem.
  • Promover ações educativas para a identificação dos riscos ao patrimônio, trabalhando e documentando a memória histórica dos desastres.
  • Promover e articular capacitação na área, visando à criação de multiplicadores e núcleos responsáveis.
  • Incorporar a perspectiva da gestão de riscos nos processos técnicos de instituições responsáveis pelo patrimônio móvel.
  • Promover e fortalecer alianças estratégicas que permitam coordenar ações na região.
  • Divulgar boas práticas de atenção ao patrimônio museológico em situação de risco ou emergência no âmbito público e privado.
  • Fomentar na comunidade ibero-americana uma cultura de cooperação e solidariedade.
  • Buscar a visibilidade do patrimônio museológico nos fundos gerais estatais de emergências.

Ações:

Fundo de Emergência do Programa de Apoio ao Patrimônio Museológico em Situação de Risco

Cooperação Técnica com Haiti: Oficina de capacitação no Musée du Panthéon National Haïtien (Porto Príncipe, Haiti. Setembro-outubro 2014).

Assistência técnica emergencial: Museu Mello Leitão Filho (Espírito Santo, Brasil. Maio 2014).

Seminário-Oficina: Valoração dos Acervos Museológicos (Bogotá, Colômbia. Novembro 2012).

Seminário-OficinaGestão de Riscos ao Patrimônio Museológico (Brasília, Brasil. Outubro 2011).

Jornadas de Patrimônio em Risco. Museus e Sismos. (Lorca, Múrcia, Espanha. Setembro e novembro de 2011.)

Bibliografia recomendada:

Fundo documental sobre o Patrimônio em Risco

Manual Gestão do Patrimônio Mundial Cultural (Unesco, 2016)

Saiba mais:

Entrevista com a coordenadora da Unidade Técnica do Programa Imermuseus, Mônica Barcelos, sobre proteção do Patrimônio Cultural ante a desastres naturais – RTVE / Espanha (23/5/2016).