Brasil e México colaboram na exposição inédita “Mayas: revelação de um tempo sem fim”

A cooperação entre os dois países oferece ao público brasileiro, pela primeira vez no país, uma exibição completa sobre a cultura maia.

Até 24 de agosto, o Museu da Cidade – OCA, no Parque de Ibirapuera (São Paulo, Brasil), recebe a maior exposição sobre a Civilização Maia já feita fora do México. A exibição, com mais de 380 objetos, desvenda detalhes desse povo indígena que floresceu por séculos em uma grande parte de continente americano, mas cuja história e nuanças culturais nunca tiveram sido mostradas com tanto detalhe até agora.

A mostra é o resultado de uma intensa curadoria realizada por uma reconhecida equipe de pesquisadores do Instituto Nacional de Antropologia e História do México (INAH), em colaboração com o Conselho Nacional para a Cultura e as Artes (CONACULTA), e apresenta objetos da arte maia do período pré-hispânico, mostrando o estilo de vida, organização sócio-política, consciência histórica, religiosidade e a cosmovisão dessa antiga cultura americana.

Em São Paulo, a exposição é uma realização do INAH, da Embaixada do México, do Museu da Cidade – Oca e da Prefeitura da Cidade de São Paulo.

Na abertura estiveram presentes, a Ministra da Cultura do Brasil, Marta Suplicy, a Embaixadora do México no Brasil, Beatriz Paredes, junto com representantes da cooperação cultural ibero-americana, como o Presidente do Programa Ibermuseus e Presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Ângelo Oswaldo, e a Diretora do Escritório Regional no Brasil da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), Ivana de Siqueira.

Mais informações no site do Museu da Cidade.