Cuba entra no Registro de Museus Ibero-americanos

Cuba é o 14º país a integrar-se ao Registro de Museus Ibero-americanos – RMI, a plataforma do Programa Ibermuseus criada para promover informação e acesso aos mais de 9.000 museus localizados nos 22 países da Ibero-América. O país da América Central começou a incorporar suas instituições à ferramenta no mês de novembro, e hoje conta com 17 museus no RMI.

Com a entrada de Cuba, o RMI – uma plataforma em constante atualização – passa a contar com 7.144 instituições museais em sua base de dados. Além da nação caribenha, estão presentes museus de Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Nicarágua, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai.

A página web do RMI apresenta, em forma de fichas, dados fundamentais dos museus integrados neste projeto de forma a oferecer um panorama das instituições no âmbito ibero-americano.

A plataforma também dispõe de um entorno acessível restrito aos responsáveis dos países com informação mais detalhada sobre as instituições, que possibilita o intercâmbio de informação entre as administrações públicas, os museus e seus profissionais.

Acesse o RMI por meio da página rmiberoamericanos.org.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Registro de Museus Ibero-americanos – RMI, os museus da Ibero-América em um mesmo lugar