Começam as comemorações dos 10 anos da Declaração de Salvador

O documento é referência para a cooperação internacional no âmbito dos museus. O 7º Fórum Nacional de Museus, organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em Porto Alegre, marca o início das celebrações

Produtos do I Encontro Ibero-americano de Museus, celebrado de 26 a 28 de junho de 2007, na cidade de Salvador, Bahia, a Declaração de Salvador constitui a base conceitual para a criação do Programa Ibermuseus e é considerado um referencial para a museologia internacional. “É um documento que já se situa em um histórico de importante reflexões da museologia internacional, fundamental para a consolidação do papel dos museus como instrumento de desenvolvimento social”, afirma Marcelo Araújo, presidente do Ibram.

Com a conferência “Valorização dos museus através da cooperação internacional – 10 anos da Declaração de Salvador”, ministrada por Alan Trampe, representante do Chile no Conselho Intergovernamental e membro fundador do Programa, no 7º Fórum Nacional de Museus, iniciamos uma programação de eventos que celebrarão as conquistas e alcances de uma década de cooperação entre os 22 Estados Ibero-americanos para o fortalecimento de políticas públicas para os museus.

Nesta sexta-feira (1º/6), parte da programação do Fórum será dedicada à reflexão sobre os museus como ferramentas de transformação social. Um painel formado por convidados de Espanha, Uruguai e Brasil será o espaço para a apresentação do Programa Ibermuseus.

Em 28 de junho ocorrerá a apresentação oficial do Registro de Museus Ibero-americanos, no Museu de América, em Madri, na Espanha, uma iniciativa sem precedentes realizada pelo Observatório Ibero-americano de Museus e que reunirá informação sistematizada dos mais de 9.000 museus da região.

As celebrações continuarão ao longo de todo o ano. Recentemente foram lançadas as convocatórias do 8º Prêmio Ibero-americano de Educação e Museus; a 4ª edição da Convocatória Conversaciones; e foram abertas as solicitações para o Fundo de Emergência para o Patrimônio Museológico em Situação de Risco. Duas publicações sobre gestão de riscos ao patrimônio serão lançadas nos próximos meses e, em novembro, será realizado o colóquio internacional A museologia na Ibero-América a partir da Declaração de Salvador. 10 anos de cooperação entre museus, em Brasília.

A Declaração da Cidade de Salvador abriu para os países da comunidade ibero-americana um caminho de cooperação e diálogo sem precedentes no âmbito dos museus, destacando a importância dos museus como agentes de mudança e desenvolvimento, sendo fundamentais para a melhora do patrimônio cultural e para a preservação da diversidade e da memória dos povos ibero-americanos.

2017 será, dessa forma, o ano da celebração dos museus como ferramentas de Transformação Social.