Começa o 7º Fórum Nacional de Museus, em Porto Alegre, Brasil

A Recomendação da Unesco sobre a Proteção e Promoção dos Museus e Coleções será o tema do evento

Cerca de mil pessoas participarão no evento mais importante da museologia no Brasil. A Pontifícia Universidade Católica (PUC-RS), na cidade de Porto Alegre, será a sede do 7º Fórum Nacional de Museus, que começa nesta noite, às 19 horas, e que reúne uma programação de cinco dias com três conferências internacionais, nove painéis, oito minicursos, apresentação de 49 pesquisas e uma feira temática. Os interessados podem se inscrever presencialmente no recinto a partir de amanhã, dia 31.

O 7º FNM é uma excelente oportunidade para discussão, debate e reflexão sobre a Recomendação da Unesco sobre a Proteção e Promoção dos Museus e Coleções, aprovada em 2015. Para Marcelo Araujo, presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), “as políticas públicas têm muito a contribuir para a implementação de ações que fortaleçam os aspectos pautados pela Recomendação”.

O Programa Ibermuseus estará presente em dois momentos da programação, pelo seu importante papel no processo de elaboração e aprovação da Recomendação da Unesco de 2015. Na quinta-feira, 1º de junho, Alan Trampe Terrojón, representante do Chile no Conselho Intergovernamental do Ibermuseus apresentará a conferência “Valorização dos museus por meio da cooperação internacional – 10 anos da Declaração de Salvador”.

Na sexta-feira, 2 de junho, parte da programação será dedicada a evidenciar as conquistas e desafios do Ibermuseus, com motivo dos 10 anos da assinatura da Declaração da Cidade de Salvador pelos países ibero-americanos. Miguel González Suela, Subdiretor de Museus Estatais de Espanha, Javier Royer, Coordenador do projeto Sistema Nacional de Museus, de Uruguai, e Mario Chagas, museólogo do Instituto Brasileiro de Museus, reflexionarão em um painel de discussão sobre os “Os dez anos do Programa Ibermuseus: museus como ferramentas de transformação social, integração e desenvolvimento”.