10 anos da Declaração de Salvador

Marco da cooperação dos Estados Ibero-americanos para o desenvolvimento de políticas públicas no âmbito dos museus, a Declaração da Cidade de Salvador compre 10 anos em 2017. O documento, resultado do Iº Encontro Ibero-americano de Museus, realizado em junho de 2007 na capital da Bahia, Brasil, abriu um caminho de cooperação e diálogo sem precedentes para os 22 países da comunidade ibero-americana.

O documento também ressalta a importância dos museus como agentes de mudança e desenvolvimento nos países da região, sendo fundamentais para a melhora do patrimônio cultural e para a preservação da diversidade e da memória dos povos ibero-americanos.

Depois de 10 anos, a Declaração de Salvador é modelo para as ações públicas de valorização dos museus como ferramentas de transformação social, preservação de identidades, educação e desenvolvimento das regiões.

Nesse marco, o Programa Ibermuseus celebra os impactos da Declaração no panorama museal ibero-americano por meio de várias ações, entre as quais o lançamento do Registro de Museus Ibero-americanos, a convocatória Conversaciones, o 8º Prêmio Ibero-americano de Museus, um seminário internacional, o lançamento da memória do Programa, além de várias outras ações que ressaltam esses impactos.

Convidamos a museus e instituições afins da região a somar-se a essa celebração conjunta e comunitária, para continuar promovendo desde cada um a valorização do patrimônio cultural, a memória e os museus, os compreendendo como práticas sociais estratégicas para o desenvolvimento da Ibero-América.

Conheça a agenda comum de eventos das celebrações dos 10 anos da Declaração de Salvador.

AGENDA COMUM DE EVENTOS: